Qual é o melhor sistema operativo?


 


Não existe uma resposta correcta para esta questão, no entanto posso dar a minha opinião.

O melhor sistema operativo é o invisível! Passo a explicar-me:

Para além das características e eventuais limitações do computador, das necessidades do utilizador e do gosto pessoal, afirmo sem medo de falhar que o melhor sistema operativo é aquele que não chateia, permite fazer o necessário e passa totalmente despercebido.

No caso dos computadores, a maioria dos utilizadores só conhece dois sistemas operativos, são eles os da Microsoft e os da Apple, sendo que as grandes superfícies da especialidade não ajudam a sair disto, pois quando alguém precisa comprar um computador, ao dirigir-se a uma loja vê o quê? Computadores com diferentes características e capacidades, mas em comum quase todos têm um sistema operativo Microsoft Windows ou MacOS instalado.

No entanto existem sistemas operativos Linux.

Ora, para a maioria das pessoas uma distribuição Linux tem fama de ser algo complicada, difícil de utilizar e direccionada para malta especialista em informática, mas isto não é correcto.

Como exemplo temos o Android, um sistema operativo utilizado por imensa gente nos seus smartphones e tablets, mas surpresa das surpresas, Android tem por base Linux!

No caso dos computadores, existem centenas de distribuições Linux diferentes, umas mais fáceis do que outras e para utilizadores alvo distintos, no entanto nesta confusão de ofertas existem meia dúzia de distribuições mais direccionadas para os utilizadores comuns e eu considero-me um utilizador comum.

Profissionalmente uso o computador com sistema operativo que a empresa me dá para desempenhar as minhas funções (até agora foi sempre um dos dois conhecidos), no entanto, no meu computador pessoal desde 2006 que uso em exclusivo uma qualquer distribuição Linux e estou muito satisfeito, é fácil, permite-me fazer o que quero, como quero e ainda por cima é mais seguro... e gratuito.

É de tal forma fácil que muitas vezes não sei como fazer bastantes coisas no Windows ou Mac (e refiro-me a coisas básicas), para mim são menos intuitivos, mas admito ser uma questão de hábito adquirido por mim ao longo dos anos.

De qualquer forma, quando necessito comprar um computador novo (normalmente um computador dura-me muitos anos, mas de vez em quando tem de ser), escolho sempre uma loja que venda computadores sem sistema operativo (normalmente são mais baratos), instalo a distribuição Linux que me faz mais sentido, configuro as coisas à minha maneira e simplesmente uso.

E aqui chamo a atenção para a sentença "configuro as coisas à minha maneira"... é capaz de ser o que gosto mais nas distribuições Linux, ter literalmente o poder de configurar tudo como nos der mais jeito, colocar o layout da forma que nos faz mais sentido, instalar o que quiser e depois é só mergulhar de cabeça no que queremos fazer, sem interrupções e preocupações.

Já experimentaram? Tentem, vão ver que é espectacular.

Nota: a imagem acima é o print screen do meu sistema como está no momento, bonito, certo?

Textos avulso
3.4.22
0

Procurar no Cliques & Letras

Escreva-me

Comentários

Seguidores

Blogs Portugal