A mim custa-me

 

Photo by Pierre Bamin on Unsplash

A mim custa-me rir com vontade,
Porque sou de gargalhada fácil, mas as lágrimas reprimidas atrapalham.
 
A mim custa-me a inconstância,
Porque uma constante mal trabalhada é rotina, mas inconstâncias constantes causam-me dissonâncias cognitivas.
 
A mim custa-me a solidão,
Porque estou permanentemente rodeado de pessoas, mas o pensar diferente isola-me.
 
A mim custa-me imaginar,
Porque a criatividade motiva-me, mas fantasiar o que não é real ilude-me.
 
A mim custa-me despir,
Porque a roupa tira-se com facilidade, mas o intimo é o que me faz sentir nu.
 
A mim custa-me o silêncio,
Porque a ausência de sons transmite-me paz, mas alguns silêncios são agressivos.
 
A mim custa-me a certeza,
Porque o que ontem era real, hoje nunca existiu.
 
A mim custa-me falar,
Porque tenho o dom da palavra, mas através da escrita transmito mais sentimentos.
 
A mim custam-me os problemas,
Porque resolvê-los faz-me crescer, mas existe sempre algum problema em crescimento constante.
 
A mim custam-me expectativas,
Porque surpresas agradáveis são o máximo, mas esperanças falsas fedem.
 
A mim custa-me o facto de me custar,
Porque a felicidade constrói-se a viver, mas custa-me não viver uma ou outra coisa que me faria feliz.

Textos avulso
19.4.22
0

Procurar no Cliques & Letras

Escreva-me

Comentários

Blogs Portugal