Esta fotografia na realidade são duas, é uma exposição dupla.

Estava a visualizar esta cena bonita e não conseguia captar o que via com a máquina fotográfica.

Quando tentava captar a lua de uma forma minimamente decente, o resto da imagem ficava preta, quando mudava as definições para apanhar o recorte das árvores com a iluminação da lua, esta ficava um ponto branco demasiado brilhante e feio.

Assim, optei por tirar duas fotos de seguida, sem mexer no tripé, uma com a definição para apanhar a lua e outra com as definições para apanhar a silhueta das árvores.

Depois foi só sobrepor as duas fotografias.

Obviamente não está perfeita, nota-se por exemplo o reflexo da luz na lente, no entanto optei por não apagar porque gostei da fotografia tal como está.